Tecnologia

iOS supera Android entre o público corporativo, diz pesquisa

O iOS da Apple é a plataforma dominante no mundo corporativo, com base em uma pesquisa realizada pela empresa de investimentos Piper Jaffray.

Dos 112 executivos de informações corporativas entrevistados pela Piper Jaffray, 98% disseram que preferem o iOS para operações comerciais e 89% disseram que equipam os funcionários com dispositivos iOS, de acordo com uma nota de investidores divulgada na terça-feira pelo analista Gene Munster. A pesquisa inclui iPhones e iPads.

Em contraste, 79% dos CIOs pesquisados ​​disseram que suportam Android, 58% suportam Windows e 24% suportam Blackberry. Além disso, 57% disseram que fornecem dispositivos Android para seus funcionários, 30% fornecem dispositivos Windows e 25% fornecem dispositivos BlackBerry.

Essa é uma boa notícia para a Apple, que visa alcançar mais clientes empresariais. Em julho passado, o Fabricante do iPhone forjou uma aliança com a IBM para criar aplicativos que combinem os aspectos amigáveis ​​ao consumidor dos dispositivos móveis iPhone e iPad da Apple, com os recursos de análise de dados da IBM. A Big Blue também venderia iPhones e iPads focados no setor como um pacote. Em dezembro, as duas empresas lançou seus primeiros aplicativos como parte da nova formação.



A pesquisa sugere que o mundo corporativo prefere comprar dispositivos de uma única fonte. Rodando em milhares de smartphones, phablets e tablets, o Android lidera em participação de mercado em todo o mundo, de acordo com relatórios da Análise de Estratégia , ComScore e outros. A Apple é o player dominante no mercado corporativo, de acordo com um relatório de novembro da Boa tecnologia .

No geral, a adoção de tablets no mundo dos negócios pode desacelerar em 2015. Metade das organizações pesquisadas pela Piper Jaffray disseram que esperam implantar tablets para seus funcionários este ano, abaixo dos 60% do ano passado. Mesmo assim, Munster disse acreditar que os tablets continuarão a crescer entre as empresas, dada sua baixa taxa de adoção atual.

'Continuamos a ver isso como uma oportunidade para os fabricantes de tablets, principalmente a Apple, que acreditamos ter a maior fatia de tablets corporativos', disse ele. 'Observamos que, para a Apple, o relacionamento com a IBM representa uma oportunidade potencial para acelerar a adoção do tablet, mas ainda é muito cedo para dizer o impacto do relacionamento.'