Tecnologia

Samsung pode descartar chip Snapdragon da Qualcomm no próximo telefone Galaxy S

A Samsung pode estar planejando despejar o processador da Qualcomm de seu próximo smartphone Galaxy S, optando por usar seus próprios chips Exynos.

Bloomberg relatado Quarta-feira que a Samsung, maior fabricante de smartphones do mundo, não usará o chip Snapdragon 810 da Qualcomm, maior fabricante mundial de chips para smartphones, no novo aparelho devido ao superaquecimento do processador durante os testes da Samsung. A previsão é que a Samsung revele um novo telefone Galaxy S na feira Mobile World Congress em março.

O artigo citou fontes não identificadas com conhecimento direto do assunto. Representantes da Qualcomm e da Samsung se recusaram a comentar.

Se o relatório for preciso, a mudança pode ser um golpe significativo para a Qualcomm, com o potencial de perder uma vitória de design de alto perfil em um telefone Samsung emblemático. Tal decisão da Samsung poderia dificultar a venda do novo chip 810 pela Qualcomm, que foi feito para uso em dispositivos móveis de última geração, assim como a Qualcomm está começando a comercializá-lo. O relatório também vem em um momento difícil para a Qualcomm, com as ações da empresa já deprimidas em meio a uma longa investigação antimonopólio na China.



A Qualcomm enfrentou algumas perguntas nos últimos meses sobre o potencial superaquecimento no 810, embora a empresa geralmente tenha descartado essas alegações e dito que está avançando com a venda do novo chip. Até agora, o Snapdragon 810 será incluído nos smartphones G Flex 2 da LG e Mi Note Pro da Xiaomi.

Além de fabricar telefones, TVs e outros eletrônicos, a Samsung é a segunda maior fabricante de chips de computador do mundo e está dando um impulso maior com sua linha de chips, chamada Exynos. Ele já usa esses chips em seus telefones em algumas regiões, embora geralmente coloque chips Snapdragon em seus telefones vendidos nos EUA.

Dado que a Samsung já usa chips Snapdragon e Exynos em variações de seus principais telefones, o analista da Cowen, Timothy Arcuri, questionou se o relatório da Bloomberg estava realmente fornecendo novas informações. Ele disse em um relatório a clientes na quarta-feira que é improvável que a Samsung retire os chips Snapdragon de todos os telefones Galaxy S, dizendo que tal movimento seria um grande empreendimento para a Samsung. Perder toda a nova linha Galaxy S afetaria de 3% a 4% do total de remessas anuais de chips da Qualcomm, estimou Cowen.

Cowen acredita que a Qualcomm já resolveu os problemas de superaquecimento do 810, mas a produção está agora dois a três meses atrasada, disse Arcuri.

A Qualcomm e a Samsung são parceiras próximas há anos, com a Samsung usando chips Snapdragon em muitos de seus principais telefones, incluindo o Galaxy S5 e o Galaxy Note 4, bem como o Galaxy Alpha, todos lançados no ano passado.

As ações da Qualcomm caíram mais de 2 por cento no pré-mercado, mas desde então se recuperaram e estão sendo negociadas quase estáveis ​​ao meio-dia.

Atualizado às 9h PT: Adicionados comentários do analista e movimento de estoque atualizado.